BOVESPA-Índice fecha sessão em alta, mas recua na semana com receios fiscais

BOVESPA-Índice fecha sessão em alta, mas recua na semana com receios fiscais

Reuters  | 14.08.2020 21:42

BOVESPA-Índice fecha sessão em alta, mas recua na semana com receios fiscais

(Texto rescrito com dados oficiais de fechamento e mais informações)

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO, 14 Ago (Reuters) - O Ibovespa terminou a sexta-feira no azul, mas acumulando perda na semana, marcada por uma bateria de resultados corporativos e desconforto com o cenário fiscal do país, enquanto, no exterior, não houve avanço sobre medidas de estímulos à economia norte-amerincana afetada pela pandemia de Covid-19.

A safra de balanços trouxe lucros bilionários de JBS JBSS3.SA e Marfrig MRFG3.SA no segundo trimestre, assim como desempenho considerado positivo de empresas de ecommerce como Via Varejo (SA:VVAR11) VVAR3.SA e B2W BTOW3.SA , mas também reiterou o efeito da crise desencadeada pelo coronavírus em shoppings, com brMalls BRML3.SA , e nas companhias aéreas, com Azul AZUL4.SA .

Na próxima semana, os desempenhos trimestrais de empresas como Magazine Luiza MGLU3.SA (dia 17) e Cogna COGN3.SA (dia 20) devem ocupar as atenções, assim como a movimentação de ofertas de ações, que segue intensa no mercado brasileiro.

Ao mesmo tempo, uma debandada no ministério da Economia e declarações divergentes sobre o teto fiscal dadas pelo presidente Jair Bolsonaro trouxeram apreensão sobre a solidez do discurso favorável a reformas, privatização e controle de gastos adotado pelo ministro Paulo Guedes.

No exterior, em meio a dados que continuaram mostrando alguma desaceleração no ritmo de recuperação das economias, os EUA voltaram a encerrar a semana sem um desfecho nas negociações quanto a um novo pacote de estímulos fiscais - possibilidade que vinha respondendo por relevante suporte em Wall Street.

Nesta sexta-feira, o Ibovespa .BVSP fechou em alta de 0,89%, a 101.353,45 pontos, que não evitou uma perda semanal de 1,38% e recuo no mês de 1,51%. O volume negociado no pregão nesta sexta-feira somou 28,59 bilhões de reais.

No ano, o declínio do Ibovespa alcança 12,36%. Das mínimas de março, porém, o índice contabiliza alta de 64%.

Veja maiores altas do Ibovespa no dia em .PG.BVSP ; e maiores quedas em .PL.BVSP .

O índice Small Caps .SMLL subiu 0,98%, a 2.431,75 pontos, na sessão, com perda de 1,04% na semana e de 1,39% no mês; e baixa de 14,40% no acumulado de 2020.

"Foi uma semana de realização. As compras parecem ainda mais concentradas em investidores individuais que têm uma limitação nas suas compras e convicções menos fortes do que investidores estrangeiros, que só vêm saindo da bolsa brasileira ao longo do ano de 2020, e dos institucionais", observou Eduardo Levy, diretor de Investimentos da Kilima Gestão de Recursos.

"A nossa expectativa é de um mercado relativamente menos volátil, mas com alguma realização (de lucros) contínua ao longo das próximas semanas", acrescentou.

NOTÍCIAS DE AÇÕES EM DESTAQUE NA SEMANA:

Alerta da CVM ilustra correria de cias para IPO vai se listar na B3 vai listar ações na B3 precifica oferta a US$47,50 por papel contrata bancos para IPO, dizem fontes Seguridade retoma pedido para IPO da construtora Lavvi pode girar R$1,6 bi Offshore pede registro de IPO Varejo entra no MSCI Global Standard libera BDRs de brasileiras no exterior DO IBOVESPA DO ACUMULADO DO MÊS:

- KLABIN UNIT KLBN11.SA mostra alta de 21,73% em agosto, ainda embalada pelo forte resultado operacional no segundo trimestre, melhor Ebitda ajustado trimestral da história da fabricante de papel e celulose. Na sequência, SUZANO ON SUZB3.SA acumula elevação de 20,21%, também amparada por desempenho forte de sua operação de abril a junho, com alta de 35% no Ebitda ajustado, que alcançou 4,2 bilhões de reais. CSN ON CSNA3.SA avança 11,67%, tendo no horizonte um mercado de aço favorável, com perspectiva de reajuste de preços entre agosto e setembro para indústria e distribuidores. No setor, USIMINAS PNA USIM5.SA sobe 8% e GERDAU PN GGBR4.SA valoriza-se 3,09%.

- AZUL PN AZUL4.SA contabiliza um acréscimo de 10,73%, apesar do prejuízo bilionário no segundo trimestre. A empresa anunciou retomada de parte de suas operações e renegociações para aliviar pressões financeiras, incluindo acordos de novo perfil de pagamento a arrendadores e para adiamento de recebimento várias novas aeronaves. COGNA ON COGN3.SA recua 13,16%, ainda sofrendo com ajustes após forte valorização no mês passado e ainda sofrendo com a estreia fraca da sua subsidiária Vasta na bolsa norte-americana Nasdaq. Parte do avanço recente de Cogna esteve associada a expectativas para o IPO.

- CYRELA ON CYRE3.SA acumula queda de 11,16%, tendo de pano de fundo recuo de 40% no lucro líquido no segundo trimestre sobre o desempenho de um ano antes, com a receita encolhendo 10,4%, em meio a declínios de 76% nos lançamentos e de 57% nas vendas contratadas. A companhia, contudo, avalia que a performance mais recente de vendas dá confiança de que setor de construção civil seguirá se recuperando nos próximos trimestres. CCR ON CCRO3.SA perde 9,76%, com resultados do segundo trimestre mostrando prejuízo em razão da queda de tráfego de rodovias, aeroportos e outros modais de mobilidade urbana sob sua concessão diante das medidas de isolamento social tomadas para conter a pandemia do coronavírus. A companhia também sinalizou nesta semana entrar em novas áreas de negócios, entre elas saneamento. DO SMALL CAPS NO ACUMULADO DO MÊS:

- LINX ON LINX3.SA acumula alta de 36,25%, em meio a uma potencial disputa pela produtora de software para o varejo, com STONECO STNE.O anunciando acordo vinculante com a empresa na última terça-feira, mas que foi seguido por proposta da TOTVS TOTS3.SA nesta sexta-feira. O acordo com a StoneCo prevê multa de 605 milhões de reais se a Linx realizar uma operação concorrente envolvendo uma oferta melhor de terceiro. SÃO MARTINHO ON SMTO3.SA valoriza-se 15,96%, com a pauta da semana mostrando que a fabricante de açúcar e etanol obteve lucro líquido de 115,7 milhões de reais no primeiro trimestre da safra 2020/21, avanço de 26,5% ante igual período do ano anterior, em momento em que as usinas brasileiras têm direcionado o foco para a fabricação do adoçante. O Ebitda cresceu 41,1%, para 491 milhões de reais nos três meses até junho. LIGHT ON LIGT3.SA recua 15,98%, tendo de pano de fundo resultado trimestral com prejuízo, afetada pela queda de receitas, uma vez que distribuidoras de energia têm sofrido fortes impactos com a pandemia, que reduziu o consumo de energia e aumentou a inadimplência.

- MILLS ON MILS3.SA mostra declínio de 9,40%, também corrigindo parte da alta de julho, com balanço nesta semana mostrando queda discreta na receita no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, enquanto o Ebitda ajustado cresceu 6,7%, para 20,6 milhões de reais.

Veja o comportamento dos principais índices setoriais na B3 no acumulado do mês:

- Índice financeiro .IFNC : -4,87%

- Índice de consumo .ICON : -1,39%

- Índice de Energia Elétrica .IEE : -5,76%

- Índice de materiais básicos .IMAT : +8,24%

- Índice do setor industrial .INDX : +4,03%

- Índice imobiliário .IMOB : -2,42%

- Índice de utilidade pública .UTIL : -5,98% (Edição Alberto Alerigi Jr.)

Relacionadas

Últimos comentários

Adicione um comentário
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.
Discussão
Escrever uma resposta...
Aguarde um minuto antes de tentar comentar novamente.

A realização de transações com instrumentos financeiros e/ou criptomoedas envolve altos riscos, incluindo o risco de perda de uma parte ou da totalidade do valor do investimento, e pode não ser adequada para todos os investidores. Os preços das criptomoedas são extremamente voláteis e podem ser afetados por fatores externos tais como eventos financeiros, regulamentares ou políticos. A realização de transações com margem aumenta os riscos financeiros.
Antes de decidir realizar transações com instrumentos financeiros ou criptomoedas, deve informar-se sobre os riscos e custos associados à realização de transações nos mercados financeiros, considerar cuidadosamente os seus objetivos de investimento, nível de experiência e nível de risco aceitável, e procurar aconselhamento profissional quando este é necessário.
A Fusion Media gostaria de recordar os seus utilizadores de que os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real ou exatos. Os dados e preços apresentados neste website não são necessariamente fornecidos por quaisquer mercados ou bolsas de valores, mas podem ser fornecidos por formadores de mercados. Como tal, os preços podem não ser exatos e podem ser diferentes dos preços efetivos em determinados mercados, o que significa que os preços são indicativos e inapropriados para a realização de transações nos mercados. A Fusion Media e qualquer fornecedor dos dados contidos neste website não aceitam a imputação de responsabilidade por quaisquer perdas ou danos resultantes das transações realizadas pelos seus utilizadores, ou pela confiança que os seus utilizadores depositam nas informações contidas neste website.
É proibido usar, armazenar, reproduzir, mostrar, modificar, transmitir ou distribuir os dados contidos neste website sem a autorização prévia e explicitamente concedida por escrito pela Fusion Media e/ou pelo fornecedor de dados. Todos os direitos de propriedade intelectual são reservados pelos fornecedores e/ou pela bolsa de valores responsável pelo fornecimento dos dados contidos neste website.
A Fusion Media pode ser indemnizada pelos anunciantes publicitários apresentados neste website, com base na interação dos seus utilizadores com os anúncios publicitários ou com os anunciantes publicitários.

English (USA) English (UK) English (India) English (Canada) English (Australia) English (South Africa) English (Philippines) English (Nigeria) Deutsch Español (España) Español (México) Français Italiano Nederlands Polski Português (Brasil) Русский Türkçe ‏العربية‏ Ελληνικά Svenska Suomi עברית 日本語 한국어 简体中文 繁體中文 Bahasa Indonesia Bahasa Melayu ไทย Tiếng Việt हिंदी
Sair
Tem certeza de que deseja sair?
NãoSim
CancelarSim
A guardar as alterações

+

Descarregue a Aplicação Investing.com

Obtenha acesso gratuito a cotações e gráficos em tempo real, bem como a alertas sobre ações, índices, moedas, commodities e obrigações. Obtenha acesso gratuito às melhores análises técnicas e previsões.

Investing.com é melhor na Aplicação!

Mais conteúdo, cotações e gráficos mais rápidos e uma experiência mais fluida disponíveis apenas na Aplicação.

';